Fale com a Margarida

Mande uma mensagem para a Deputada que ela
te responderá em breve.

Gabinetes

Brasília - DF

Câmara dos Deputados Anexo IV, Gabinete 236
CEP 70160-900 Fax: (61) 3215-2236
(61) 3215-3236

Juiz de Fora - MG

Av. Barao do Rio Branco 2370, 1301
Centro - Cep 36016-910
(32) 3236-2857

Fale com a Margarida

Bancada do PT recorrerá ao STF contra chantagens de Temer

Em troca de apoio para aprovar suas propostas impopulares, o presidente ilegítimo Michel Temer privilegia a liberação de emendas parlamentares de execução obrigatória para a sua base no Congresso Nacional. Tal fato prejudica diretamente a população brasileira, por isso, a bancada do Partido dos Trabalhadores na Câmara dos Deputados anunciou nesta quarta-feira (07), que denunciará a prática ao Supremo Tribunal Federal (STF).

De acordo com a tabela oficial de repasses, em 05 de maio deste ano, Temer liberou aos parlamentares da base governista mais de R$ 3,3 bilhões. Já para a oposição, o montante ficou em cerca de R$ 738 milhões. Comparando por partido, o governo liberou em média, aos parlamentares do PSC, R$ 2,4 milhões e, para o PMDB, um total de R$ 1,59 milhão. Para o PP, foram 1,57 milhão; ao PSD, R$ 1,44 milhão. Porém, para o PT a média da liberação de emendas impositivas (obrigatórias) foi de R$ 243 mil, para o PDT, R$ 255 mil e, para o PCdoB, R$ 234 mil.

20170608---Temer_Denunci_SITE

Para a deputada federal Margarida Salomão (PT-MG), é um absurdo a postura do governo. “Temer sabe que se não fizer chantagem não ganha apoio de certos parlamentares. É uma prática abominável. Ele sabe que os cortes nos direitos do povo são apenas para satisfazer o mercado.  É mais uma clara demonstração da sua dificuldade com a democracia”, afirma a deputada. “E é por isso que as diretas já são tão urgentes. Quem precisa decidir o futuro do Brasil somos nós, sociedade civil, e não essa troca de favores”, finaliza Margarida.

Segundo o líder da bancada do PT na câmara, Carlos Zarattini (SP), a base de apoio de Temer tem recebido recursos em volumes até dez vezes superiores aos destinados à oposição. Trata-se de um verdadeiro toma lá, dá cá, para obter a aprovação de medidas que destroem direitos da população e permitem a entrega de riquezas nacionais a grupos privados nacionais e estrangeiros, denunciou Zarattini. “O governo Temer tenta sobreviver a qualquer custo e comete todo o tipo de ilegalidade, como a liberação de recursos de forma inconstitucional”, diz Zarattini.

VONTADE POPULAR

Pesquisa CUT-Vox Populi divulgada na tarde na última segunda-feira (05) mostra que a ampla maioria dos brasileiros defende a cassação de Michel Temer e quer eleições diretas para escolher seu substituto. A cassação de Temer é o desejo de 85% dos entrevistados e 89% querem escolher novo presidente por meio de eleições diretas.

A juventude se mostrou a parcela mais crítica à gestão do executivo: 77% consideram o desempenho de Temer negativo. Entre os adultos, o percentual é de 76% e entre as pessoas com mais de 50 anos, 69%. Tanto homens (73%) quanto mulheres (77%) avaliam muito mal Temer. Entre as pessoas com renda de até dois salários mínimos, a avaliação ruim sobe para 79%; entre os que ganham de 2 a 5 salários mínimos, é de 75%, e mais de 5 salários mínimos, 68%.