Fale com a Margarida

Mande uma mensagem para a Deputada que ela
te responderá em breve.

Gabinetes

Brasília - DF

Câmara dos Deputados Anexo IV, Gabinete 236,
(61) 3215-5236 - dep.margaridasalomao@camara.leg.br

Juiz de Fora - MG

Av. Rio Branco 2370, 1301, (32) 3236-2857

Belo Horizonte - MG

Avenida Barbacena, 1018, sala 805, (31) 3504-9736
margaridasalomao.assbh@gmail.com

Fale com a Margarida

Central da Verdade

Nossa campanha cresce a cada dia. Isso incomoda os adversários que fazem o jogo sujo. São muitos os ataques e fake news na rede. O departamento jurídico da campanha está processando cada uma dessas pessoas que inventam Fake News nas redes sociais.

Pedimos para quem encontrar algo suspeito na rede faça um “print” da postagem identificando o nome e o número de WhatApp da pessoa que cometeu o crime e entre em contato com a nossa central de combate às Fake News! É só adicionar o número 32 98840-4013 ou clicar no link.

Conheça a verdade e veja a resposta para os principais ataques que surgem contra Margarida

Obra do HU Dom Bosco

Em 2018, Margarida Salomão  foi inocentada pela Justiça Federal de uma acusação de improbidade administrativa por supostas irregularidades nas obras do Centro de Atenção à Saúde do Hospital Universitário (HU/CAS), construído durante a sua gestão como reitora da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), entre 1998 e 2006. A sentença também inocentou as demais partes do processo que eram o ex-presidente do conselho diretor da Fundação de Apoio ao Hospital Universitário (Fundação HU), Jorge Baldi, e as empresas Pan American Distribuidora Ltda, RDR Engenharia Ltda. e R.M. Lucas Ltda. Em outras palavras, toda postagem dizendo qualquer coisa relacionando UFJF, Margarida  Salomão e improbidade administrativa é criminosa e caluniosa.

Leia a matéria na Tribuna de Minas que sobre a inocência de Margarida.

Ranking dos Políticos

Espalhe a verdade – Margarida foi reitora da UFJF por dois mandatos. Em Brasília, é a coordenadora da Frente Parlamentar em Defesa das Universidades Federais. De acordo com o Observatório do Legislativo Brasileiro (OLB), sediado no Instituto de Estudos Sociais e Políticos (IESP) da UERJ, um dos principais centros de pesquisa e ensino de pós-graduação em ciência política e sociologia do país, Margarida está em terceiro lugar no tema Educação Superior, Ciência e Tecnologia (2015-2018).

Acesse o site do Observatório do Legislativo Brasileiro e confira o Ranking dos melhores parlamentares.

Intolerância Religiosa

Margarida é a favor do estado laico. Margarida defende a liberdade de todos e todas para manifestarem sua religiosidade e fé. Como expressão desse compromisso já realizou encontros com lideranças religiosas de diversas crenças.

Formação do Governo

Há pessoas que acham que para governar Juiz de Fora é preciso buscar quadros de fora da cidade. Um completo engano. Juiz de Fora é uma cidade de gente talentosa, uma cidade com muita gente qualificada, seja pelos estudos, pela formação e também pelo trabalho.  São todas pessoas que tem a melhor condição de fazer o melhor governo da história da nossa cidade. Homens e mulheres de muita qualidade, o que é também uma forma de dizer o quanto amamos a nossa cidade. Nosso compromisso é de formar um secretariado paritário, com metade de homens e mulheres.

 

Margarida vai voltar a investir no carnaval e escolas de samba

Circula a FakeNews que  Margarida não vai incentivar o carnaval. Isso é falso.

Está na página 38 do Programa de Governo Participativo da Margarida: “Reestruturar o Carnaval de Desfiles de JF, com estímulo a qualificação dos agentes culturais comunitários vinculados às escolas de samba, entendendo que as agremiações culturais comunitárias podem e devem ser porta de entrada para políticas públicas municipais voltadas a comunidade”.

Consulte aqui o programa de Governo Participativo da Margarida na íntegra.

A parlamentar de JF que menos gasta verba de gabinete

Uma FakeNews que circula por aí é que Margarida gastou acima do limite da verba de gabinete. Isso é falso.

Aliás, o JF da Depressão já mostrou que Margarida é a parlamentar de JF que menos gasta.

Acesse a postagem do JF da depressão que mostra o Ranking de gastos com verba de gabinete. 

Número de assessores parlamentares

É Fake News que a Margarida tem 45 servidores recebendo salário no seu gabinete
A deputada conta atualmente com 24 assessores, e não 45. Basta conferir os dados públicos sobre seu mandato.

Gastos de verba de gabinete

É fake News que a Margarida gastou R$ 1.970.000,00 em verbas de viagens, gasolina, promoção, alimentação e demais verbas parlamentares em 2019.
A deputada gastou, durante o ano de 2019, R$ 417.641,54, valor bem abaixo do que o escrito na mensagem. Basta conferir a prestação de contas em sua página no site da Câmara dos Deputados.

Ela também é a parlamentar de JF que menos gastou verba.

Também é Fake News que Margarida gastou R$ 70 mil a mais do que era permitido nas verbas parlamentares.
A deputada sempre teve responsabilidade com o dinheiro gasto em seu gabinete. É prestado contas de todo o recurso gasto pela parlamentar e sua equipe. Além disso, a Câmara não permite que a deputada gaste mais do que tem direito. Qualquer gasto extra é pago pela própria deputada, e não pelas verbas parlamentares.

Votou contra o Uber

É Fake News que Margarida votou contra o Uber e motoristas por aplicativo em todas as votações do Congresso.
Margarida nunca votou contra uber e motoristas de aplicativo. Votou como a maioria dos parlamentares pela autonomia dos municípios para regulamentação do trabalho, como acontece atualmente.

Confira a votação do projeto e como votou cada um dos deputados.

Recursos para o Copom

Em 2018, a deputada Margarida Salomão destinou R$ 817 mil para a reforma predial do COPOM. Foi desembolsado R$ 380.665 e ainda restam R$ 436.418 que serão creditados a medida que seja comprovada a execução da primeira etapa. O número do convênio é 880225/2018

Em 2019, Margarida foi a deputada que mais destinou recursos R$ 400 mil para equipar a Polícia Militar, incluindo o COPOM. Do montante que os parlamentares destinaram, quase a metade já foi desembolsado R$ 567.138,00. O número do convênio é 880225/2018.

Margarida não é continuidade

Margarida foi candidata a prefeita em 2008, 2012 e 2016 como a candidata da oposição. Após todas essas eleições, Margarida e o PT nunca participaram de qualquer uma dessa gestões, sendo oposição.
Em 2020, a coligação de Margarida é formada pelo PT e pelo PV. No 2º turno, a candidata recebeu o apoio formal do PCdoB, PSOL, PDT e REDE.
Mantendo sua ética pública, como deputada federal mais votada da cidade, Margarida sempre manteve compromisso em ajudar a cidade, mesmo sendo da oposição.

Margarida não vai manter indicados por Bruno na cesama

Margarida já afirmou diversas vezes que, como prefeita, indicará as pessoas mais qualificadas para os cargos da administração municipal. Nenhuma conversa no 2º turno está sendo feita sobre negociação de cargos, com quaisquer tipos de aliados. Além disso, vale lembrar que o MDB e o ex-prefeito Bruno apoiaram a candidata Delegada Sheila no primeiro turno.

Pesquisas falsas no segundo turno

são FAKENEWS as supostas pesquisas mostrando Margarida e Wilson empatados.

Neste 2º turno, nenhum instituto registrou pesquisas eleitorais em Juiz de Fora, como pode ser confirmado no site do TSE

O IBOPE  e a QUAEST confirmaram publicamente não terem feito nenhum levantamento na cidade.

Terceirizados da PJF não serão dispensados

É FAKE NEWS o boato de que os funcionários terceirizados da Prefeitura seriam dispensados em caso de eleição de Margarida Salomão. A candidata ratifica o compromisso de cumprir todos os contratos vigentes. No programa de governo, Margarida afirma que os concursos irão ocorrer para o preenchimento de vagas do magistério municipal, não existindo nenhuma outra palavra além disso.

Combate a notícias falsas

A assessoria da campanha entrou com uma notícia crime para investigações de mensagens de “cunho calunioso com identificação obscura” disparadas em massa por meio de SMSs. A coligação “Juiz de Fora vale à pena” pede à 349ª Zona Eleitoral de Juiz de Fora que o Ministério Público Eleitoral (MPE) instaure um inquérito policial e outras diligências para investigar a origem dos disparos. “É crime eleitoral caluniar alguém, na propaganda eleitoral, ou visando fins de propaganda, imputando-lhe falsamente fato definido como crime, ao que incorre pena de detenção de seis meses a dois anos e pagamento de 10 a 40 dias-multa.”

Leia a íntegra da matéria sobre o combate as Fake News contra Margarida.

© Copyright 2013 — Deputada Federal Margarida Salomão. Todos os direitos reservados.

Web by