Fale com a Margarida

Mande uma mensagem para a Deputada que ela
te responderá em breve.

Gabinetes

Brasília - DF

Câmara dos Deputados Anexo IV, Gabinete 236
CEP 70160-900 Fax: (61) 3215-2236
(61) 3215-3236

Juiz de Fora - MG

Av. Barao do Rio Branco 2370, 1301
Centro - Cep 36016-910
(32) 3236-2857

Fale com a Margarida

Deputada Margarida reúne-se com movimentos culturais da cidade

Margarida com Mov. Cine Excelsior

A cultura em Juiz de Fora foi tema de duas importantes reuniões realizadas pela deputada federal Margarida Salomão (PT-MG) nesta sexta-feira, 15. Ela encontrou-se com representantes do “Movimento Salvem o Cine Excelsior” e com integrantes do “Posse Zumbi dos Palmares”, ligados ao hip hop.

Do grupo que defende o resgate do Cine Excelsior, a parlamentar foi informada das últimas atualizações envolvendo o espaço, fechado em 1994. De acordo com Franco Groia, um dos líderes do movimento, as ações para a transformação da sala em um estacionamento estão tendo continuidade, desta vez amparadas por meio de um alvará de pequenas obras, concedido pela Prefeitura nos últimos dias do ano passado. Ainda segundo ele, todas as poltronas já foram retiradas do local, sendo deslocadas para outro ponto da cidade.

Para a deputada, o grupo deve priorizar a interrupção das obras, de modo a evitar que o espaço continue sendo descaracterizado. A partir de então, será possível buscar alternativas de ocupação do bem, as quais deverão ser tratadas em parceria com o Poder Público municipal.

“O Governo Federal possui inúmeras linhas que permitem viabilizar o uso da sala para diversas atividades culturais. Tendo o controle do cinema, será plenamente possível fazê-lo voltar à ativa, devolvendo-o à população de nossa cidade”, disse.

Em seguida, Margarida recebeu Erê e Aice, líderes do Posse Zumbi dos Palmares, organização que desenvolve projetos culturais em diversos bairros da cidade a partir do hip hop e da cultura negra. Eles relataram as dificuldades surgidas para a realização deste tipo de trabalho com o fim de programas como o “Trilhos da Paz”. Hoje, eles procuram transformar sua entidade em uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip), como meio para poder receber recursos para empreender suas atividades.

A deputada comprometeu-se em dar suporte para esta iniciativa, e lembrou a importância deste movimento. Segundo ela, ações como esta são uma das poucas alternativas à realidade de violência hoje existente em alguns bairros da cidade.

“O hip hop tem formado muitas lideranças para Juiz de Fora, que infelizmente tem tido seu talento desperdiçado. Acredito que a articulação destas iniciativas seja condição necessária para fortalecer o movimento e levar uma nova realidade para os jovens da cidade”, concluiu a parlamentar.