Fale com a Margarida

Mande uma mensagem para a Deputada que ela
te responderá em breve.

Gabinetes

Brasília - DF

Câmara dos Deputados Anexo IV, Gabinete 236
CEP 70160-900 Fax: (61) 3215-2236
(61) 3215-3236

Juiz de Fora - MG

Av. Barao do Rio Branco 2370, 1301
Centro - Cep 36016-910
(32) 3236-2857

Fale com a Margarida

Deputada Margarida Salomão diz que Anastasia carrega um cadáver no pescoço

Cumprindo agenda em Belo Horizonte, a deputada federal Margarida Salomão (PT-MG) comentou sobre o cenário eleitoral em Minas nesta quinta-feira (22), para a rádio Super Notícia. “Se Anastasia entrar no pleito, poderemos colocar as contas no ombro de quem merece, de quem entregou o estado em situação de falência, com ostentação”, comenta citando a Cidade Administrativa. “A candidatura de Anastasia dá mais força à candidatura do Pimentel. Ainda mais vindo com um cadáver pendurado no pescoço, que ele não poderá esconder”, destacou ela, se referindo ao senador Aécio Neves.

No que diz respeito às eleições de 2018, deputada Margarida Salomão disse na entrevista ver grandes chances na reeleição do governador Fernando Pimentel. “Se Lula for candidato, Pimentel voa. Mas ele por si é um candidato muito forte. Foi um excelente gestor na prefeitura de Belo Horizonte. E, com toda a crise fiscal do estado, se compararmos com Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, Minas, de todo modo, não está desmoronando”, comentou sobre as dificuldades da reorganização econômica.

Sobre o questionamento dos jornalistas a respeito da possibilidade de Pimentel disputar o Senado, caso Anastasia concorra ao governo, Margarida é enfática: “As pessoas criativas, que gostam de fantasia, nessa época encontram um momento propício para a divulgação de enredos de romances fantásticos. Não vejo nisso nenhuma sombra de realidade. Vamos defender a candidatura de Pimentel como governador, e do deputado Reginaldo Lopes como senador”, enfatizou Margarida Salomão.

Julgamento do Habeas Corpus de Lula

“A Constituição só prevê que seja encarcerada uma pessoa, qualquer que seja, quando o processo for julgado em instância final. Minha expectativa é de que o STF cumpra o seu dever e que tenhamos um julgamento com isenção e qualidade técnica, como o povo brasileiro merece”, disse a deputada federal Margarida Salomão (PT-MG) sobre o julgamento do Habeas Corpus do ex-presidente Lula no Supremo Tribunal Federal (STF). Ela reforçou que o STF é chamado de poder antimajoritário e tem o dever de fazer a interpretação da lei, da Constituição, independentemente de pressões políticas.