Fale com a Margarida

Mande uma mensagem para a Deputada que ela
te responderá em breve.

Gabinetes

Brasília - DF

Câmara dos Deputados Anexo IV, Gabinete 236
CEP 70160-900 (61) 3215-5236 dep.margaridasalomao@camara.leg.br

Juiz de Fora - MG

Av. Barao do Rio Branco 2370, 1301
Centro - Cep 36016-910
(32) 3236-2857

BELO HORIZONTE - MG
Avenida Barbacena, 1018, sala 805, Santo Agostinho CEP 30190-131
(31) 3504-9736 margaridasalomao.assbh@gmail.com

Fale com a Margarida

Deputados conseguem apoio do presidente da Câmara na luta por recursos para pesquisa científica

“O presidente Rodrigo Maia é, hoje, o principal interlocutor político dentro da Câmara junto ao Governo. Precisamos desse apoio para conseguir vencer o ano. Temos emergências como o corte das bolsas da Capes e o descontingenciamento dos recursos para as Universidades. Isso foi tema, de um acordo realizado no plenário da Câmara, que não foi plenamente cumprido pelo Ministério da Educação”, destacou a presidenta da subcomissão especial de financiamento de Ciência e Tecnologia, deputada Margarida Salomão, após reunião realizada nesta terça-feira (03) com representantes da Associação Nacional Dirigentes de Institutos Federais de Ensino Superior (Andifes), Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) e outros parlamentares junto ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

Presidente da câmara, Rodrigo Maio reunido com deputados e reitores. Foto Lula Marques

Ex-reitora da Universidade Federal de Juiz de Fora e coordenadora da Frente Parlamentar em Defesa das Universidades Federais, Margarida Salomão destacou que o grupo terá duas frentes de trabalho para conseguir manter o funcionamento do sistema de ensino e pesquisa públicos no Brasil em 2019.

“Foi feito um acordo público para conseguir suplementar R$ 330 milhões esse ano para o CNPq, já que a Lei Orçamentária já previa recursos a menos. A outra frente é para descontingenciar os orçamentos das Universidades e Institutos Federais, o que está sendo cumprido a conta-gotas. Entretanto, o que nos preocupa imediatamente é corte de mais de 5.800 bolsas da Capes. Isso significa desmontar a pós-graduação no Brasil”, destacou a parlamentar, lembrando da aprovação em junho do projeto (PLN 4/19) que autorizou em junho a abertura de crédito suplementar de R$ 248,9 bilhões para cobrir despesas correntes, incluindo os recursos para a Educação Superior.

Margarida também destacou que a oposição irá atuar obstruindo as votações de interesse de interesse do Governo, enquanto o acordo não for cumprido. “Política é uma via de duas mãos. Eles precisam honrar a palavra no que se refere aos recursos para a Educação Superior”.