Fale com a Margarida

Mande uma mensagem para a Deputada que ela
te responderá em breve.

Gabinetes

Brasília - DF

Câmara dos Deputados Anexo IV, Gabinete 236
CEP 70160-900 Fax: (61) 3215-2236
(61) 3215-3236

Juiz de Fora - MG

Av. Barao do Rio Branco 2370, 1301
Centro - Cep 36016-910
(32) 3236-2857

Fale com a Margarida

“Discurso de Bolsonaro em Davos foi de uma inesquecível mediocridade”, afirma Margarida Salomão

A deputada federal Margarida Salomão fez duras críticas ao governo Bolsonaro e seus integrantes nesta quinta-feira (24) durante o programa Pequeno Expediente, na Rádio CBN Juiz de Fora. “A nova forma de fazer política é fechar os olhos diante de acusações pesadas sobre pessoas centrais, como os filhos do Bolsonaro? Cadê o juiz Moro? Ele morreu quando se tornou ministro? Quer dizer que quando se trata de peixes amigos você deixa de ser um tubarão? Isso é uma coisa impressionante. Esse governo se inaugura com coisas muito preocupantes”, questionou a deputada.

 

 

Confira outros temas abordados na entrevista

Fórum de Davos

“Talvez, se Bolsonaro fosse algum mestre dos haicais, teríamos tido algum pronunciamento inesquecível. Infelizmente, inesquecível foi a mediocridade daquele discurso”.

Torcendo contra?

“O que eu torço pelo Brasil. Sempre torci  pelo Brasil até no 7 a 1 , mas trata-se também de torcer pelo povo brasileiro. Estou defendendo ser uma oposição responsável”

Reformas

“Nós não sabemos qual reforma deve vir, mas se vier uma reforma nos moldes daquela que o Temer propôs, nós certamente seremos contra. Eu quero deixar uma coisa bem clara. Sou uma defensora da Constituição de 1988. Ela é uma grande construção histórica de base popular. É uma construção do estado de bem-estar social no Brasil. Ela é a forma defender a democracia no Brasil”

“Eu não vejo, nesse momento, que a reforma da previdência seja uma pauta precedente à reforma tributária. Se você faz uma reforma desonerando os trabalhadores e a classe média, você aumenta o poder aquisitivo. Faz o dinheiro rolar. Se fizer uma revisão das alíquotas do imposto de renda, com mais faixas e taxando mais os mais ricos, você deixa o dinheiro no bolso das pessoas. E não podemos esquecer que é preciso taxar o lucro. O Brasil é um dos poucos países do mundo que não faz isso. Isso é uma coisa maluca”.

Relação com Zema 

“Pouco importa se o Governador ou o Presidente são aqueles em quem eu votei. São os que nós temos e nós vamos ter que trabalhar para solucionar os graves problemas do nosso estado”

Transparência

“O livre funcionamento da imprensa é um dos requisitos para o pleno funcionamento democrático. Temos que defender o Estado democrático no Brasil.

“Eu quero que sejam divulgados dados sobre todos os políticos com mandato. Eu quero que sejam divulgados dados sobre mim. É uma segurança que o povo brasileiro tem que ter”