Fale com a Margarida

Mande uma mensagem para a Deputada que ela
te responderá em breve.

Gabinetes

Brasília - DF

Câmara dos Deputados Anexo IV, Gabinete 236
CEP 70160-900 Fax: (61) 3215-2236
(61) 3215-3236

Juiz de Fora - MG

Av. Barao do Rio Branco 2370, 1301
Centro - Cep 36016-910
(32) 3236-2857

Fale com a Margarida

“É a volta dos que não foram” diz Margarida, sobre apoio de DEM e PP a Alckmin

“O golpe está voltando para casa”, ironizou a deputada federal Margarida Salomão, sobre a notícia de que Democratas e PP, entre outros partidos de direita, teriam optado por apoiar a Geraldo Alckmin na disputa para a Presidência da República de 2018.

“O golpe é cria do PSDB: tem o DNA do Aécio, a digital do Serra, chama o Fernando Henrique de vovô. O golpe pode até ter a feição medonha do Temer, mas nasce quando o Aécio não aceita a derrota para a Dilma, quando os tucanos abandonam a política e partem para o vale-tudo durante a crise do mensalão”, sintetiza a parlamentar.

“O governo Temer já acabou, é um morto-vivo. Nada mais natural que sua espinha dorsal se realinhe onde se sente verdadeiramente bem-vinda. É a volta dos que não foram”, disse.

Foto:Gustavo Bezerra Data:10/abril/2018

Foto:Gustavo Bezerra
Data:10/abril/2018

Margarida ainda questionou o bloco de partidos liderado por Democratas e PP intitular-se “centrão”. “Eis duas bizarrices que 2018 nos presenteou: centroavante que não faz gol e direita que prefere se disfarçar de centro. Ambos ridículos. Na verdade, o que temos é o mesmíssimo baixo clero de Severino Cavalcanti, um baixo clero que se pretende 2.0, mas que ainda vive na época da internet discada”, conclui.