Fale com a Margarida

Mande uma mensagem para a Deputada que ela
te responderá em breve.

Gabinetes

Brasília - DF

Câmara dos Deputados Anexo IV, Gabinete 236,
(61) 3215-5236 - dep.margaridasalomao@camara.leg.br

Juiz de Fora - MG

Av. Rio Branco 2370, 1301, (32) 3236-2857

BELO HORIZONTE - MG
Avenida Barbacena, 1018, sala 805, (31) 3504-9736 margaridasalomao.assbh@gmail.com

Fale com a Margarida

Margarida participa de evento do PT em Senhora dos Remédios

Margarida com Patrus

A cidade de Senhora dos Remédios sediou neste domingo, 26 de maio, o Seminário do PT Campo das Vertentes, em comemoração aos 10 anos de PT na Presidência. A deputada federal Margarida Salomão (PT) foi uma das convidadas a palestrar no evento.

Os temas centrais foram os 10 anos do governo do PT e as perspectivas para as eleições de 2014 em Minas Gerais. Margarida salientou a determinação interna do partido que definiu que, a partir do próximo PED, metade de todos os cargos da direção nacional serão ocupados por mulheres, 20% por jovens com até 30 anos e 20% por negros e índios. “É fato de que necessitamos de mais representação feminina. Quando o PT começou, há 33 anos, todo mundo era jovem. Para continuar esta história, precisamos da força da juventude. O percentual de negros e indígenas é mais de justo, porque esta é a cara do Brasil.”

Sobre a conjuntura para 2014, Margarida acredita que é preciso recuperar o PT para a luta. “Nosso projeto é recuperar o PT em todas as cidades de Minas, para que possamos vencer as eleições e cumprir, no nosso estado, o que tem sido o motor que está mudando o nosso país. Se o PT mudou o país, nós podemos mudar Minas Gerais.” A deputada ressaltou ainda que alianças devem ser travadas, mas que a identidade do partido seja mantida. “Não podemos passar uma borracha nas diferenças partidárias e políticas. É impossível governar sem alianças, mas o fato de aliar não quer dizer que temos que apagar o PT.”

O evento contou ainda com a presença do ex-ministro Patrus Ananias, que palestrou sobre os 10 anos do governo PT. O deputado federal Padre João (PT-MG) e o deputado estadual Rogério Correia também estiveram presentes.