Fale com a Margarida

Mande uma mensagem para a Deputada que ela
te responderá em breve.

Gabinetes

Brasília - DF

Câmara dos Deputados Anexo IV, Gabinete 236,
(61) 3215-5236 - dep.margaridasalomao@camara.leg.br

Juiz de Fora - MG

Av. Rio Branco 2370, 1301, (32) 3236-2857

BELO HORIZONTE - MG
Avenida Barbacena, 1018, sala 805, (31) 3504-9736 margaridasalomao.assbh@gmail.com

Fale com a Margarida

Margarida Salomão apoia oficinas de Hip-Hop e informática em Juiz de Fora

Por meio de emendas parlamentares, a deputada federal Margarida Salomão (PT-MG) criou duas iniciativas de lazer e capacitação profissional em Juiz de Fora. A primeira delas é projeto Remiwl Base, que terá início neste sábado (19). Trata-se de aulas gratuitas de Hip-Hop para aproximadamente 100 jovens entre 12 e 21 anos, em  Juiz de Fora.

“Nós queremos trabalhar possibilidades e oportunidades para jovens através da dança, na busca de uma melhora social e um aumento de bem-estar”. Esse é o objetivo do Remiwl Base, segundo o coordenador U. Miranda.

A oficina de abertura ocorre às 14h, na Escola Estadual Clorindo Burnier, no bairro Barbosa Lage. As aulas, ministradas pelo grupo Remiwl Street Crew, acontecerão aos sábados, das 14h às 17h, e aos domingos, de 9h ao meio dia, no mesmo local.

20150918---Street_Site

O curso termina no dia 13 de dezembro e foi viabilizado com recursos de emenda parlamentar da deputada federal Margarida Salomão (PT-MG). “O importante da emenda é tornar esse grande sonho uma realidade, fazendo com que isso seja executado da melhor maneira possível”.

A Escola Estadual Clorindo Burnier está localizada na Rua Cabo Raul José Maria, n° 154, próximo ao Parque de Exposições.
Informática no Bairu

Trocar o ócio por aprendizado. Esse é objetivo da oficina de informática realizada na Igreja Sagrado Coração de Jesus, no bairro Bairu, em Juiz de Fora. As aulas são  gratuitas e destinadas a crianças do ensino fundamental da rede pública.

O projeto é uma oportunidade de capacitação para os jovens visando a potencialização dos estudos e até mesmo uma capacitação para o mercado de trabalho. “As aulas são importantes pois aprendermos um conteúdo diferente”, diz o estudante Yago da Silva, 11 anos. A pequena Janiele Teixeira, de nove anos, também está feliz com a oficina. “É melhor ficar nas aulas de informática do que ficar em casa sem fazer nada. Usar o computador é uma brincadeira, mas também é uma forma de aprender”

A oficina foi viabilizada com recursos de emenda parlamentar da deputada federal Margarida Salomão (PT-MG), em apoio à obra de Apostolado de Santa Edwirges. O professor responsável pelas aulas é o jornalista Bernardo Chaia.