Fale com a Margarida

Mande uma mensagem para a Deputada que ela
te responderá em breve.

Gabinetes

Brasília - DF

Câmara dos Deputados Anexo IV, Gabinete 236
CEP 70160-900 (61) 3215-5236 dep.margaridasalomao@camara.leg.br

Juiz de Fora - MG

Av. Barao do Rio Branco 2370, 1301
Centro - Cep 36016-910
(32) 3236-2857

BELO HORIZONTE - MG
Avenida Barbacena, 1018, sala 805, Santo Agostinho CEP 30190-131
(31) 3504-9736 margaridasalomao.assbh@gmail.com

Fale com a Margarida

Margarida Salomão busca solução definitiva para impasse entre moradores de Simão Pereira e Concer

A deputada federal Margarida Salomão (PT-MG) reuniu o prefeito de Simão Pereira, Kelsen Valle (PMN-MG), o vereador Izaquiel de Souza Jacinto (PT) e o presidente da Concer, Pedro Johnson, na sede da empresa em Duque de Caxias (RJ) na manhã desta segunda (28), para tentar sanar definitivamente as dificuldades de mobilidade urbana dos moradores. “Eu tenho certeza que, a partir de agora, com a empresa ciente formalmente dessas dificuldades históricas, nós poderemos avançar. Vou buscar a Agência Nacional de Transportes Terrestres para conseguirmos uma solução definitiva para este caso”, destacou a deputada.

Durante a reunião, foram apresentadas as críticas sobre a cobrança do pedágio, que corta o município ao meio, isolando determinadas áreas e deixando os moradores sem alternativas para transitar dentro do município. Além disso, a população também cobra melhorias na estrada vicinal Francisco Jorge da Silva, o  “Buraco fundo”, alternativa para quem mora na zona rural de Simão Pereira ter acesso ao centro da cidade. Outra crítica é que muitos veículos trafegam em alta velocidade pela entrada do distrito de Souza Aguiar, próximo ao KM 816. Desta forma, um radar neste local poderia solucionar este problema.

“Foi um encontro muito positivo. Nós precisamos de chegar a um consenso com relação ao pedágio. Temos certeza que, com a intervenção da deputada, teremos muito mais força política para isso. A realidade é que parte da população da nossa cidade está ilhada, com o direito constitucional de ir e vir restringido”, destacou o prefeito Kelsen Valle, do PMN.

Para o vereador Izaquiel de Souza, morador de Souza Aguiar, distrito de Simão Pereira, região “ilhada” pelo pedágio, um retorno seria a melhor solução esta questão. “Nós ficamos sem alternativas. Precisamos de alguma intervenção para chegar e sair do nosso distrito”, acrescentou.

Problemas

Atualmente, há uma liminar concedida pela justiça estadual de Minas Gerais que permite aos motoristas com automóvel emplacados em Simão Pereira passar pelo pedágio em “duas idas e voltas” diárias, ou seja, quatro vezes por dia sem o pagamento da tarifa.  Apesar disso, o líder do Executivo lista outras dificuldades para a Prefeitura.

“Mesmo com a isenção atual, que não é definitiva, eu, enquanto gestor público, tenho inúmeras dificuldades. Por exemplo, uma ambulância que vai atender a alguém nesses distritos tem que sair da cidade, passar pelo pedágio, percorrer até 30 quilômetros para ir até o retorno em Comendador Levy Gasparian (RJ) e voltar. Isso, para quem está sofrendo um problema de saúde, pode ser a diferença entre a vida e a morte. Isso sem falar no aumento de custos do transporte escolar, caminhões de lixo…”, lamenta.

O vereador Izaquiel de Souza acrescenta que há a necessidade de um recadastramento dos carros com o passe-livre na cidade. “O número de automóveis aumentou muito Simão Pereira. Precisamos que esse recadastramento seja feito para eliminar as pessoas que tem má intenção e acrescentar quem de fato mora e trabalha na cidade. Além disso, hoje a estrada alternativa (do “Buraco Fundo”) está em péssimas condições, pois muitos caminhões passam ali para furar o pedágio. É necessário que façamos um limitador por peso e tamanho para que a estrada funcione bem, com menos acidentes, e com uso exclusivo dos moradores da região”.