Fale com a Margarida

Mande uma mensagem para a Deputada que ela
te responderá em breve.

Gabinetes

Brasília - DF

Câmara dos Deputados Anexo IV, Gabinete 236
CEP 70160-900 (61) 3215-5236 dep.margaridasalomao@camara.leg.br

Juiz de Fora - MG

Av. Barao do Rio Branco 2370, 1301
Centro - Cep 36016-910
(32) 3236-2857

BELO HORIZONTE - MG
Avenida Barbacena, 1018, sala 805, Santo Agostinho CEP 30190-131
(31) 3504-9736 margaridasalomao.assbh@gmail.com

Fale com a Margarida

Bancada mineira solicita a instalação da CPMI sobre o desastre em Brumadinho

A deputada Margarida Salomão (PT-MG) participou da reunião da bancada mineira na Câmara dos Deputados desta quarta-feira (30) que solicitou a instalação de Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) a fim de investigar as causas do rompimento da barragem de Brumadinho (MG). O requerimento apresentado à Mesa Diretora da Casa também objetiva avaliar a forma como são dadas as licenças ambientais e realizadas as fiscalizações dessas estruturas em todo o País.

A deputada relatou aos parlamentares presentes na reunião o que presenciou durante a visita que fez na última segunda-feira (28) ao local da tragédia, em Brumadinho. “Fiquei chocada. O inferno não deve ser muito diferente do que aquilo lá. Foi triste ver helicópteros carregando corpos e saber que ali muitos outros estão soterrados”.

Além da aprovação do pedido da CPMI, durante a reunião também foi acatada a proposta de instalação de uma Comissão Geral no plenário da Câmara, com a participação da sociedade civil e de empresas, para debater o tema das barragens em Minas Gerais e no restante do País. Ao também manifestar apoio irrestrito à realização da CPMI e do debate público na Comissão Geral, Margarida reforçou a urgência do tema. “É fundamental que possamos apurar a responsabilidade de agentes públicos e privados, seja quem for”, afirmou.

Além da deputada, outros parlamentares da Bancada do PT na Câmara participaram da reunião. O deputado eleito Rogério Correia (PT-MG) apresentou sugestão de ampliar o foco da CPMI para investigar não apenas a responsabilidade de agentes públicos na tragédia, como também de empresas.

O deputado eleito Célio Moura (PT-TO) também manifestou seu apoio à realização da CPMI. “Apesar de ter sido eleito pelo Tocantins, sou mineiro de nascimento e fiquei comovido com esta tragédia. Podem contar comigo no apoio a esta CPMI”, declarou.

Ainda estiveram presentes os deputados Paulo Guedes (PT-MG) e os deputado eleitos Rui Falcão (PT-SP) e Natália Bonavides (PT-RN). Atualmente a bancada de Minas é coordenada pelo deputado Fábio Ramalho, que é também primeiro vice-presidente da Câmara.

Com informações PT na Câmara