Fale com a Margarida

Mande uma mensagem para a Deputada que ela
te responderá em breve.

Gabinetes

Brasília - DF

Câmara dos Deputados Anexo IV, Gabinete 236,
(61) 3215-5236 - dep.margaridasalomao@camara.leg.br

Juiz de Fora - MG

Av. Rio Branco 2370, 1301, (32) 3236-2857

Belo Horizonte - MG

Avenida Barbacena, 1018, sala 805, (31) 3504-9736
margaridasalomao.assbh@gmail.com

Fale com a Margarida

Margarida segue na luta pela Educação em Tempo Integral no estado

Nesta segunda-feira (29), começou o segundo semestre letivo da rede estadual. Com a luta da professora e deputada federal Margarida Salomão e dos parlamentares estaduais que denunciaram e trabalharam para barrar o desmonte da educação integral no governo Zema, muitas escolas do estado voltaram a oferecer a modalidade.

“Nós tivemos uma importante vitória quando conseguimos reverter a decisão do início do ano do governo, e isso só foi possível com um esforço grande dos trabalhadores da Educação e de parlamentares que defendem o setor. Mas vamos manter a luta para ampliar a oferta, pois o número de alunos atendidos neste segundo semestre ainda é bem inferior ao que tínhamos em 2018”, destacou a deputada.

Na Zona da Mata, 82 escolas retomaram o ensino integral, mas o governo mudou os critérios para aprovação de projetos na modalidade, que só poderá ser oferecida do 6° ao 9° ano, sem turmas multisseriadas. Isso prejudicou as séries iniciais do Ensino Fundamental e reduziu o número de alunos. Em Juiz de Fora, por exemplo, os novos critérios prejudicaram cerca de 600 alunos que continuam sem educação integral.

Política Nacional

Os investimentos públicos em Educação estão estrangulados em virtude da Emenda Constitucional 95, que congelou os gastos sociais e a nova política adotada pelo governo federal. Em 2019, o Programa Dinheiro Direito nas Escolas (PDDE), que estimula a implementação do ensino integral nas escolas de ensino fundamental e médio não teve repasse. Antes de Bolsonaro assumir, os gastos com o PDDE somaram R$ 399,6 milhões, investidos em 9.197 escolas. No ano anterior, foram transferidos R$ 401,6 milhões, que beneficiaram 34.194 unidades. O Plano Nacional de Educação estabeleceu meta de pelo menos 25% dos alunos em tempo integral até 2024. Em 2018, eram 15% dos estudantes nessa modalidade. Se continuar a política de cortes, o índice deverá cair e dificultar ainda mais o cumprimento da meta.

© Copyright 2013 — Deputada Federal Margarida Salomão. Todos os direitos reservados.

Web by