Fale com a Margarida

Mande uma mensagem para a Deputada que ela
te responderá em breve.

Gabinetes

Brasília - DF

Câmara dos Deputados Anexo IV, Gabinete 236
CEP 70160-900 Fax: (61) 3215-2236
(61) 3215-3236

Juiz de Fora - MG

Av. Barao do Rio Branco 2370, 1301
Centro - Cep 36016-910
(32) 3236-2857

Fale com a Margarida

Minas Gerais é destaque em debate sobre o potencial e aplicações do grafeno

O tema foi discutido nesta quarta-feira (4) na comissão de CT&I da Câmara dos Deputados

A primeira planta piloto do Brasil para a produção de grafeno em escala industrial terá sua sede em Minas Gerais, com previsão de que seja implantada até 2020. A iniciativa é fruto do investimento da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), em parceria com empresas privadas. No total, R$ 132 milhões estão sendo investidos no projeto para o desenvolvimento da cadeia de grafeno do estado. Uma fábrica piloto dentro do Centro de Desenvolvimento da Tecnologia Nuclear (CDTN) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) já está em operação.

Nesta terça-feira (04), o tema foi discutido na Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara dos Deputados. Segundo o diretor do CDTN, Waldemar Augusto de Almeida Macedo, a Codemig soube aproveitar a competência instalada em Minas Gerais no que se refere a pesquisas em carbono e materiais manufaturados baseados em carbono, aproveitando a riqueza do estado — que tem a maior reserva de grafita do país e teve a ousadia de investir na criação de uma nova cadeia produtiva de alto valor agregado. “Isso é de fundamental importância para o país e é uma iniciativa bastante incomum, de grande visão estratégica”, afirmou Macedo.

Segundo ele, falta agora uma estratégia nacional sólida e de longo prazo para o grafeno, assim como para outros materiais estratégicos. “Necessitamos rapidamente que o Marco Legal da Ciência, Tecnologia e Inovação seja regulamentado, e reverter com urgência a situação de asfixia dos Centros de Pesquisa e Desenvolvimento brasileiros. Sofremos há tempos uma escassez de recursos muito prejudicial”, finalizou.

Marco Legal CCT&I

Sancionado em janeiro de 2016 pela presidente Dilma Rousseff, o novo Marco Legal de Ciência, Tecnologia e Inovação (Lei 13.243/2016) ainda não foi regulamentado. Para a deputada federal Margarida Salomão, o país não vai crescer e nem melhorar a qualidade de vida da população se não tiver um salto tecnológico. “Isso está atrelado a investimentos maciços e contínuos em CT&I. É preciso reverter o quadro de penúria atual de desmonte que o governo federal está promovendo”, afirmou Margarida Salomão.

A parlamentar elogiou a iniciativa do governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Codemig, e salientou a importância de que o governo federal siga esse exemplo. Segundo ela, o contingenciamento de verbas para Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil colocam em risco projetos como esses, essenciais para o país. “Precisamos investir cada vez mais, de uma forma estratégica, na questão de pesquisa no Brasil. O nosso atual governo não tem pensado nisso, infelizmente”.

Para Macedo, o desafio atual é a produção para aplicação comercial, ou seja, ter grafeno em alta escala, a um custo competitivo, em projetos sustentáveis e com qualidade. “O cenário é positivo para o Brasil. Temos grande potencial para sermos protagonistas relevantes neste mercado de novas tecnologias baseadas em grafeno”, afirmou. “Já perdemos o bonde em outras tecnologias e não podemos perder este. O Brasil tem metade das reservas de grafita natural do mundo e, além disso, somos o terceiro em produção”, acrescentou.

“No mundo de hoje nós vivemos em uma economia do conhecimento, não há desenvolvimento social sem desenvolvimento tecnológico”, finalizou Macedo.

O grafeno pode transformar Minas Gerais em referência na cadeia de produção de um novo material com múltiplas aplicações. Enquanto cada grama de ouro custa R$ 143, a do grafeno é comercializada em torno de US$ 100 no mercado internacional, ou seja, R$ 346. Hoje, a tonelada métrica de grafeno custa US$ 1.000, cerca de 500 vezes mais do que a de grafite.