Fale com a Margarida

Mande uma mensagem para a Deputada que ela
te responderá em breve.

Gabinetes

Brasília - DF

Câmara dos Deputados Anexo IV, Gabinete 236,
(61) 3215-5236 - dep.margaridasalomao@camara.leg.br

Juiz de Fora - MG

Av. Rio Branco 2370, 1301, (32) 3236-2857

BELO HORIZONTE - MG
Avenida Barbacena, 1018, sala 805, (31) 3504-9736 margaridasalomao.assbh@gmail.com

Fale com a Margarida

Recursos parlamentares de Margarida Salomão socorrem agentes culturais de Juiz de Fora durante pandemia

Noventa produtores culturais de Juiz de Fora com dificuldades financeiras em função do isolamento social poderão contar com um alívio emergencial oriundo de emenda parlamentar da deputada federal Margarida Salomão. O valor total do recurso é de cerca de R$ 70 mil para pagamento dos agentes culturais por meio de edital para projetos de pesquisa cultural para internet. A expectativa é que a publicação do edital seja feita pela Prefeitura de Juiz de Fora até essa sexta-feira (05) com as inscrições abertas na próxima segunda (o8).

“Nesse período de isolamento, todos e todas nós estamos consumindo cultura mais do que nunca, seja por meio de lives, de séries, de livros. Entretanto, os envolvidos na produção cultural, especialmente os pequenos agentes, não estão recebendo absolutamente nada. Isso é um contrassenso. Por isso, nós estamos trabalhando em duas frentes. Em Brasília, sou co-autora da Lei Aldir Blanc, aprovada também no Senado, que propõe uma renda de emergência cultural para estes trabalhadores e trabalhadoras. Em Juiz de Fora, nós temos a possibilidade de garantir, por meio de nossas emendas parlamentares, esse fomento direto para o setor”, destacou a parlamentar que já indicou mais de R$ 2,4 milhões em emendas para a Cultura juiz-forana.

A criação desse edital foi debatida numa reunião virtual realizada na noite desta terça-feira (02) com representantes do mandato da deputada, da Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage (Funalfa), integrantes do Conselho Municipal de Cultura e lideranças locais do setor.

O objeto inicial dessa emenda era um edital de circulação de teatro e de dança, mas em função da pandemia e em comum acordo entre todos envolvidos, ele foi alterado. O número de contemplados foi ampliado para 90 agentes culturais de todas as áreas e setores de produção: atores, dançarinos, produtores, costureiras, técnicos de som e luz, rappers, entre outros.

Serão selecionadas 90 propostas de pessoas físicas com valor bruto de R$760 cada que contemplem experimentação cultural para plataformas digitais. O valor líquido variará entre R$ 638,40 e R$ 653,60 para cada um e cada que devem, em contrapartida, publicar em qualquer canal da internet, o resultado da sua pesquisa que pode ser um vídeo, um áudio, um texto, uma coleção de fotos.

A seleção será feita por uma Comissão, levando em conta o Cadastro feito pela Funalfa que identifica o impacto da crise no setor. O critério prioritário será o de contemplar os que se encontram em situação mais crítica. Também será aplicado o sistema de cotas raciais, reservando 60% da verba para etnias historicamente segregadas.